Armadura do cristão

Mensagens
Mensagem de Nossa Senhora
Mensagem de Nossa Senhora

“Filhos, está sendo muito difícil ditar estas mensagens, porque o meu tempo com vocês está se esgotando e além de tudo o mal é o principal bloqueio; por isso quero que me ajudem. Quero que antes de virem ao meu encontro para me ouvir, que rezem a oração de exorcismo que ditei e também a armadura do cristão (Ef. 6, 10-20), para que venham armados para enfrentarem todas as ciladas do demônio. Quero que façam isso não só por vocês, mas também por mim, porque às vezes tristemente encontro algo de mal em vocês; usando estas orações, impedem que o mal fique em seus pensamentos. Às vezes muitas coisas que eu falo são compreendidas de maneira errada, porque o mal está nos seus pensamentos. Por isso se esquecerem, lembrem-se de que é a mim que prejudicam, pois se não rezarem vou encontrar obstáculos para a passagem do meu amor.” (24/09/96)


Carta de São Paulo aos Efésios 6,10-20

10 Finalmente, irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. 11 Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. 12 Pois não é contra homens de carne e sangue, que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. 13 Tomai, portanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. 14 Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, 15 e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz. 16 Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. 17 Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus.

18 Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos. 19 E orai também por mim, para que me seja dado anunciar corajosamente o Mistério do Evangelho, 20 do qual sou embaixador, prisioneiro. E que eu saiba apregoá-lo publicamente, e com desassombro, como é meu dever!